sexta-feira, junho 22, 2018

 

Extrema-direita

Os meus amigos, uma grande maioria de esquerda, sempre que lhes falo do que está a acontecer no Sporting, respondem-me: “Isso é lá com eles!” Continuo a pensar que o que está a acontecer com esse clube é paradigmático do avanço da extrema-direita, que entra pelo futebol, que é, talvez, o grande palco dos políticos e da política. O caso Bruno de Carvalho deveria pôr-nos, a todos, a pensar. É um exemplo típico duma relação fascista, troglodita, entre um líder e os seus seguidores. Essa relação baseia-se em ressentimentos, medos, condicionamentos de emoções, num despotismo patriarcal que constroi inimigos! Nada, mesmo nada, tem a ver com princípios racionais, democráticos, respeito pelo normal funcionamento das instituições e até de civismo. O caso é mais perigoso do que muita gente pensa! Bruno de Carvalho não está sozinho: acompanham-no os que não acreditam na lei, nos princípios e nos valores democráticos. Bruno de Carvalho, com o seu autoritarismo troglodita, tornou-se o líder dos fora-da-lei. E estes são todos os cansados da democracia formal, feita de palavras e com pouca substância na resolução dos problemas dos mais marginalizados pelo poder. Não tenham dúvidas!!!

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?