domingo, fevereiro 19, 2017

 

As instituições estão em crise

 
 A grande ameaça à democracia está no seu interior, não vem de fora. Precisamos de compreender a estratégia de Trump, por que não é só o imbecil do ricaço que está em causa. Há gente atrás de Trump que tem objectivos para os E.U. e o mundo. Percebe-se que a estratégia se apoia na criação do medo e da incredibilidade, uma forma hábil para não se distinguir a verdade da falsidade, o certo do errado. Reparemos só em duas questões: por que é que os cidadãos acreditam que os emigrantes são uma ameaça para os E.U. , um nação feita por emigrantes?!... Por que é que as mentiras de Trump  são apresentadas como factos alternativos?!...

Só os Tribunais e a imprensa têm feito frente ao embusteiro. Nos partidos, tanto republicano como democrático há vozes tímidas e não um combate contra a destruição dos ditos valores americanos tantas vezes apregoados.

Mas o estilo Trump não apareceu subitamente: foram sendo cridas as condições para que um Trump aparecesse. Tamb´+em por cá essas condições já existem. Andam por aí, sobretudo pelas autarquias, muitos candidatos a Trumps e parece que lhe vão dar ainda mais poderes. O que se passa em muitas assembleias municipais já nada tem a ver com a democracia e muito menos com o que chamam poder local. Onde há maioria o presidente da assembleia não deixa falar a oposição. E até chega a dizer “isto aqui não é a assembleia da república!” Fazem-se coisas que bradam aos céus e com mais poderes os trumps crescerão como cogulmelos!

Precisamos de entender o desinteresse, o descrédito e a ausência de valores na política.  Estou a ler Zygmunt Bauman. Chama a atenção para o aparecimento nas sociedades contemporâneas de um estado líquido, sem vínculos, sem valores, onde tudo é verdade e mentira.É um critico da “sociedade em rede”, que, segundo ele, alimenta esse estado.

Zygmunt Baunn faleceu há pouco tempo. O seu pensamento é luminoso:  é talvez a maior autoridade para se perceber o que se passa neste mundo pós-moderno.

Estou a ler um diálogo  que ele e Leonidas Donskis: “Cegueira Moral”. Mas amanhã vou ver se compro o seu último livro “Estado de Crise”.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?