quarta-feira, outubro 05, 2016

 

Agradecido.


A todos os meus amigos, companheiros ou camaradas, que vieram simpaticamente conformar-me com parabéns por mais um dia a somar a todos os dias da minha vida, venho agradecer. Vocês todos são muito gentis para comigo, mas, dentro de mim, confesso que, como Álvaro de Campos, só quero dizer:


“Pára, meu coração!
Não penses! Deixa o pensar na cabeça!
Ó meu Deus, meu Deus, meu Deus!
Hoje já não faço anos.
Duro.
Somam-se-me dias.
Serei velho quando o for.
Mais nada.
Raiva de não ter trazido o passado roubado na algibeira!...
O tempo em que meus pais festejavam o dia dos meus anos!...”

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?