sexta-feira, agosto 19, 2016

 

Bem haja, videirinhas!


Estou hoje muito feliz!... Cheguei à Folhada e mal entrei na minha terrinha, logo me deparei com as uvas de mesa que as minhas  videirinhas (quer dizer videiras pequeninas!)  me ofereciam. Agradeci-lhes e expliquei-lhes o meu contentamento: as minhas netas na próxima semana vêm á Terra, que também já é delas. As minhas filhas habituaram-nas a ir ao  Pingo-Doce comprar uvas e, francamente, chateava-me que elas pensassem que as uvas nasciam do Soares dos Santos.  Sei que é um homem habituado a fazer milagres, mas, porra!!!... Gerar as uvas que a minha terra produz era de mais! Agora, vão perceber que não é no Pingo-Doce que nascem as uvas, mas na Terra do avô que também é delas… e dos amigos do avô e dos amigos delas!



Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?