domingo, maio 08, 2016

 

Não se apagam as nódoas de sangue!

Foi na tarde de 16 de Março de 2003. Quatro dias depois, na madrugada de 20 do mesmo mês, deu-se o início da trágica intervenção militar no Iraque. Durão Barroso pretende, agora,limpar-se do seu emporcalhamento, arrastando para a cumplicidade Jorge Sampaio.
Barroso saiu-se mal. Sampaio desmentiu-o e fez muito bem.
As nódoas de sangue que Barroso trouxe daquele aperto de mão a George Bush, Tony Blair e Aznar durante a Cimeira da Guerra nunca mais desaparecerão.
O sangue da tragédia continua a correr, com muitos inocentes atirados para a valeta da morte, e essa gente porca, que se vendeu por uns litros de petróleo, já está a ser julgada pela História. Infelizmente, deveriam ser julgados em Nuremberg, como foram outros da mesma laia!

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?