domingo, janeiro 24, 2016

 

Triste e não desilusão!

Estava escrito nos astros. Tino de Rãs iria receber os desencantados do PS e do PC. Foi premiado por ser o candidato da escapadela folclórica.
Sampaio da Nóvoa não conseguiu fazer passar a sua mensagem com o ruído dos seguristas e também por alguma desorganização da sua máquina.
Os seguristas vão ficar na história como os coveiros da candidatura de um homem bom, inteligente, com sentido de Estado e de esquerda.
O PC, que tanto queria derrotar Marcelo, foi um seu aliado, recusando apoiar Sampaio da Nóvoa na primeira volta. Teve o prémio que merecia. A retórica que, agora, desenvolvem é insuportável. Seria melhor que o directório do PC  se calasse e fizesse luto em vez da narrativa metafísica que metamorfeiam em amanhãs dourados.
O BE teve um bom resultado, mas é circunstancial: tem a ver com o crescimento do papel das mulheres (credíveis) e o equilíbrio do seu combate político. Se estes factores esmorecerem, não é com as causas fracturantes que o BE crescerá!
Depois deste trabalhinho os barões do PS não vão provocar divisões e muito menos fazer qualquer guerra: é gente habituada a encher a boca com heróicos chavões, mas depois metem o rabo entre as pernas à espera de algumas migalhas do poder e elas só caiem se se portarem bem.

É triste criar esperanças que se esvaíram porque a ambição estúpida se sobrepôs à racionalidade. Não quiseram perceber a alma dos eleitores e era tão fácil compreendê-la!

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?