domingo, janeiro 24, 2016

 

O voto é uma arma e parece um ritual!

Acabei de votar na Escola onde passei uma boa parte da minha vida. Talvez, aqui no Porto, seja nela que se concentram o maior número de mesas de voto. Foi com saudades que percorri os seus longos corredores e recordei alguns amigos que que já não estão entre nós. Senti uma enorme solidão física e psicológica. Pouca gente a votar a esta hora e em cada rosto se percebia que o seu voto era mecânico, fazia-se como de costume, sem a intencionalidade que uma campanha deveria criar. Vamos ver se este mundo que vivi não corresponde à realidade do mundo que esperava. Espero bem que sim!

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?