domingo, janeiro 10, 2016

 
    Maria de Belém para se diferenciar de Sampaio da Nóvoa recorreu ao estafado argumento da sua falta de experiência política. Estou mesmo a ver que entrou na política por um dom qualquer, sem necessidade de começar a fazer essa experiência. Por outro lado, esquece que os que têm, como ela, muita experiência política melhor seria que não a tivessem, pelo descrédito que dão da política e da democracia. Lembremos as oligarquias formadas no bloco central, dos barões ou senhores da ...política, da promiscuidade de interesses em que chafurdam. E para não falar sem exemplos, vem a propósito dizer que essa “experiência” serviu a Maria de Belém para fazer consultadoria para o Espírito Santo Saúde, remunerada, ao mesmo que presidia à Comissão Parlamentar de Saúde.
    Maria de Belém apareceu como candidata, quando Sampaio da Nóvoa já estava no terreno. Veio para dividir, servindo os interesses dos barões que se sentiram mal com o governo de Costa, e, agora, recorre a "tiradas” que pretendem atirar para canto gente limpa que não pertence ao grupo dos “donos da política”.
    Precisamos de outra gente! Por isso, apoio Sampaio da Nóvoa.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?