domingo, maio 01, 2011

 

Primeiro de Maio: dia de luta e de luto

Hoje, o 1º de Maio faz lembrar o contexto da vida dos trabalhadores no sec. XIX.

Também, hoje, temos uma “Questão Social”, manifestada por uma injustiça social responsável por uma “miséria imerecida”, como lhe chamou o Papa Leão XIII.


Também, hoje, de forma imoral, se desenvolveu um sistema que tornou o lucro mais importante que o trabalho e o “estado-social”, de que tanto fala Sócrates parece que apenas providenciou pelos seus apaniguados mais chegados.


Também, hoje, uma profunda “miséria imerecida” que se vai configurando num desemprego galopante, na diminuição de salários, reformas e num brutal aumento de impostos, revelando uma crise sem paralelo depois do 25 de Abril.


Também hoje, no Governo de Sócrates, um darwinismo social foi tornando os pobres cada vez mais pobres e em maior número e os ricos cada vez mais ricos e em menor número.


Neste contexto, o Primeiro de Maio, que agora comemoramos, é mais de luta e de luto que de festa.


Temos de responsabilizar criminalmente este Governo de gestão danosa.


Temos de ser solidários na luta por um Portugal socialmente mais justo e, consequentemente, exigir as reformas, sobretudo dos partidos, que promovam a possibilidade de escolhermos políticos de mérito, capazes de darem um sentido moral (servir o bem-comum) à gestão dos dinheiros dos contribuintes e se orientarem por princípios e com sentido de Estado..


VIVA O PRIMEIRO DE MAIO!


VIVA A LUTA DOS TRABALHADORES!
http://www.youtube.com/watch?v=f4YWM8frfQk (Quem se lembra deste PS? Incomensuravelmente distante de Sócrates & companhia)

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?