quarta-feira, maio 18, 2011

 

A bola de neve do desemprego

A taxa de desemprego em Portugal já é, segundo dados oficiais, de 12,4% no primeiro trimestre de 2011. Quando o efeito de dominó das empresas de construção civil se fizer sentir, então o número atingirá valores terríveis. Os bancos, nomeadamente a Caixa Geral de Depósitos, paga milhões aos seus administradores. Os efeitos demonstram que nada justifica tais vencimentos: não souberam evitar a própria crise dessas empresas que agora também recorrem a empréstimos. Fica clara a “competência” dessa gente. A disparidade abissal de ordenados entre administradores e trabalhadores é um escândalo! E, a propósito, é curioso que o liberal sr. Mexia, administrador da EDP e promotor de debates sobre os benefícios do liberalismo, já defenda a não privatização da empresa. Será que teme o desemprego? Há quem diga que seguiu a vulgata dos administradores de “aviário”: para obter lucros despedem e recorrem a empresas de serviços cuja criação é estimulada por eles.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?