quinta-feira, março 31, 2011

 

Contas públicas: é um descalabro!

Tal como já há tempos aqui tinha referido, agora, o sociólogo António Barreto também sublinha o mesmo: a crise político foi provocada por mais um “chico-espertismo” de Sócrates. Percebeu que não podia governar sem o recurso ao FMI, provocou a saída do governo para se vitimizar e se apresentar aos eleitores como um D. Sebastião traído.


Entretanto, os buracos nas finanças públicas vão surgindo ás catadupas: como refere o DE, o INE acaba de revelar que o défice de Portugal ficou em 8,6% no ano passado, acima do limite de 7,3% estabelecido pelo Governo.


É um erro colossal a oposição não pedir uma auditoria às contas públicas.Sócrates propagandeou um défice de 2,2% para o final do ano. Mas quem acredita nisso?!... E são sempre os mesmos a pagar a crise provocada pelos ordenados milionários de gestores públicos, esbanjamento em estudos de obras faraónicas que foram para o lixo (aeroporto da OTA, etc.,) e falta de rigor nas parcerias público-privadas, etc., etc.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?