segunda-feira, janeiro 10, 2011

 

Mudar de rumo faz-se abrindo novo caminho

Um funcionário público trabalha 30 ou 36 anos, descontando todos os meses, para obter a reforma.

Há políticos com 8 ou 12 anos de serviço com pensões vitalícias milionárias. No friso que, hoje, em segunda página, o Diário de Notícias traz, entre presidentes da República e ministros, encontramos Cavaco Silva e Manuel Alegre.

Há um critério para avaliar a justeza destas pensões vitalícias. Que consequências o País obtém com o milionário gasto com tais pensões que esvaziam o bolso dos contribuintes? A bancarrota do País!


Se quiserem que isto continue votem nos mesmos e depois queixem-se ao santo da vossa devoção.


Mudar o rumo faz-se abrindo um novo caminho.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?