sábado, maio 19, 2007

 

Teixeira Pascoais na Livraria de Mário Perdigão

Na Livraria Latina (no encontro da Batalha com a Rua Santa Catarina) inaugurou-se, hoje, uma exposição de aguarelas, acervo literário e objectos pessoais de Teixeira de Pascoais.

Esta iniciativa integra-se no 65º aniversário da Livraria e, por isso, constituiu também uma homenagem a Mário Perdigão, livreiro e primeiro editor do Filósofo-Poeta.

Lá estava “A Águia” a lembrar a “Renascença Portuguesa” e a cruzada saudosista do poeta, as aguarelas e ensaios, fazendo hino à harmonia cósmica que, na obra de Pascoais, coloca o Homem no centro de uma especulação filosófica sobre a transcendência da Vida e do Mundo.

Percorrer a exposição é sentir que o Marão e o Tâmega integram o fascínio e o mistério vivido em Gatão por Teixeira de Pascoais.

Diz-se que Amarante é a princesa do Tâmega! Não admira: é o húmus donde brotou uma das figuras mais proeminentes da literatura e da cultura portuguesas do século XX que esta exposição, desenvolvida pela minha amiga Teresa, bem soube retratar.

Não a perca!

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?