quarta-feira, março 28, 2007

 

Uma notícia com ternura!

Não conseguíamos entender que em nome da Lei se perseguisse uns pais de afecto.

A história, todos já a conhecemos: Luís Gomes e Maria Adelina adoptaram, como julgavam estar certo, uma menina desamparada.

Depois de afeiçoados à Esmeraldinha, a senti-la como uma filha de coração, o pai biológico apareceu. Mas foi preciso que a GNR o tivesse encontrado!

É certo que este pai também tem direitos sobre a sua filha e isso pode ser resolvido de forma civilizada, sem frustrar a riqueza dum património afectivo, nem deixar marcas em quem, inocentemente colocada numa encruzilhada da vida, teve a sorte de encontrar um berço de coração.


Esperamos todos que tudo isto acabe em bem: Luís Gomes deixe o presídio para com Maria Adelina continuar a olhar pela sua Esmeralda, sem recusar a ligação da menina aos seus pais biológicos.

Todos precisam de compreender que amar uma filha é querer para ela o que, nas circunstâncias envolventes, seja melhor.


É que o coração tem razões que as leis desconhecem.

Comments:
Querido Amigo, a lei é f....dida!

Um Abraço!

(tenho dias/noites..)
 
Caro amigo: a lei é a expressão da vontade de quem domina.
 
Lá isso... é verdade... mas agora dizem-nos que as leis, que promanam da AR, são feitas pelos nossos representantes, os eleitos pelo povo... está a ver como belas ideias, na prática, naufragam?..
 
Eleito pelo povo e servir o povo, nem sempre é coincidente, como sabe!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?