quarta-feira, março 14, 2007

 

Saúde, para quem?!...

O Serviço Nacional de Saúde emagrece para engordar o negócio privado de cuidados de saúde. É isso que se pode concluir do facto de três grupos privados e a União de Misericórdias Portuguesas estarem a pôr em marcha um ambicioso programa de abertura de unidades de saúde, para colmatar o vazio deixado pelo Estado.

Mirandela, Espinho e Vila Nova de Cerveira são as localidades onde está já prevista a abertura de novas unidades de saúde privada. Na Mealhada e em Vila do Conde, a Misericórdia local inaugurou recentemente o serviço de urgências.

Se a política de saúde deste governo é de esquerda, estão o triângulo também pode ser uma bola, uma bola muito quadradinha?!...

Comments:
Primo,

leia o meu comentário naquela discução sobre o catolicismo que hoje lá deixei.
 
Correia de Campos é tido como um grande especialista na área da saúde. Contudo, o modo como tem desenvolvido a sua acção até parece que ele tem alguma coisa contra o país profundo ou que tem como objectivo desertificar o chamado interior, isto é, tudo o que fique a mais de 40 -50 quilómetros da costa. Como nada disto faz sentido, confesso que não dá para entender o que é que o governo pretende com esta política de fechar estabelecimentos por todo o lado.

O que vai acontecer é que este governo agora fecha e daqui a algum tempo, este ou outro governo, vai voltar a abrir novos estabelecimentos, seja directamente, seja nas chamadas parcerias com os privados, integralmente pagas por dinheiros públicos.

Por alguma razão o país chegou o estado calamitoso a que chegou! Mas não é por falta de impostos!
 
Caro madureira: compreenderá que esse debate já esteja para mim longe. Gostava de falar consigo.
 
Caro amigo Madureira:

Estou a navegar, porque estou muito abatido. è uma forma de me distrair.

Já fui ver o seu comentário e transcrevo-lhe aqui o que lá escrevi:

Ser cristão, agnóstico ou ateu pertence ao registo das crenças e nada tem a ver com o registo do carácter. O carácter é independente de crenças, diz respeito à educação, à formação da personalidade. Tanto o cristão, como o muçulmano ou o ateu ou o agnóstico devem ser coerente e honestos. Pedir ao Cristão que seja mais honesto que um ateu, só diz mal do ateu. Parece que ao ateu ou ao agnóstico se podem desculpar as vigarices que não se desculpam a um cristão. Esse “privilégio” nem o Pina o daria, se discutisse com ele esta questão. Não se deve dar uma superioridade moral a ninguém, nem transformar a moral ou uma crença numa arma de arremesso.

Aliás, Blair e Bush podem dizer-se muito católicos, mas não será por eles serem católicos que a crença em deus se define. Nem pelo Papa, quanto mais por eles!!!...
 
Esqueci-me de acrescentar o seguinte: na tradição cristã, nomeadamente na parábola da "tentação do deserto" (como vem no Novo Testamento), Satanás surge sempre como sendo o senhor dos poderes deste mundo.

Como vê o Bush, pelos "livros sagrados", não fica muito favorecido, mesmo dizendo-se católico! Penso que o Pina escreveu o seu artigo, como eu escrevi muitos, deixando apenas uma nota de reflexão sobre a hipocrisia, sem preocupação de teorizar a relação entre o poder e a religião. "Dai a César o que é de César e a deus o que é de Deus", foi sempre o princípio cristã da relação entre a igreja e o poder. Não me parece que possamos entender o artigo de outra forma.
 
E ainda o seguinte: acha que o Ferreira Torres, ao ajudar á missa ao Pe Carvalho, ao levar a cruz no compasso da Páscoa e ao comungar em todas as igrejas por onde passava, se tornou num símbolo do cristinismo?!...

Naturalment, um vígaro só pode vigarizar, se se apresentar com um homem bom, de valores e de bons costumes. São estratégias da vermelhinha". Foi sempre assim!...

Por isso, o próprio Cristo, quando se referiu aos fariseus, disse, de uma forma que eu não sei, agora, repetir, mais ou menos o seguinte: o importante são as acções e não as palavras.

Não é por haver fariseus que deixamos de acreditar nos valores, de defender que deveremos todos ser bons e de bons costumes!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?